Automação residencial, você já ouviu falar?

Caroline e Daiane || 3 de Outubro 

    Quem nunca assistiu um filme futurista em que a casa conversava com as pessoas ou os robôs faziam o trabalho doméstico?  Tudo era feito por controles, até os mais simples gestos como acender uma lâmpada, abrir uma cortina ou até mesmo a porta que destrancava apenas com a digital. Tudo isso parecia estar tão distante da realidade, considerados como itens de luxo, principalmente nas décadas de 70, 80 e 90. Hoje tais coisas são apontadas como facilidades, se tratando de segurança, economia e sustentabilidade. Essas tecnologias ainda não estão acessíveis a todos, mas isso não significa que algum dia não estará.

Filme - A.I. Inteligência artificial

Mas então, sobre o que estamos falando?

   Atualmente toda essa esta tecnologia é comumente conhecida como automação residencial, mas também podemos encontrar expressões como: “domótica”, “casas inteligentes” ou “casas conectadas”. A automação residencial é uma nova forma de vivencia que proporciona a conexão com a casa e os seus aparelhos, podendo ser controlados aonde quer que você esteja. A ideia é fazer com que os moradores possam controlar a residência de forma simples e eficiente.

Foto de geralt

   Segundo Zanatta (2019), em uma matéria para o Estadão, a automação residencial é uma realidade que está por vir na maioria das casas, ou seja, será uma realidade comum para todos possuir uma central de controle, onde os moradores podem controlar tudo com apenas um “clique”. O que irá ajudar na redução de gastos com energia, programando-os para ligar e desligar no tempo desejado sem correr o risco de esquecer aparelhos consumindo energia.
   Ainda segundo a matéria do Estadão, já existem empresas que estão construindo edifícios com recursos tecnológicos voltados para uma vida mais conectada, exemplos disso são os edifícios Le Jardim Ibirapuera e ZPinheiros, construídos pela empreiteira Eztec, que tem opções como carregamento de carro elétrico e elevadores com controle de acesso. Bem como, o edifício Alameda Jardins, lançado pela empresa global Tishman Speyer, que além de conter fechaduras biométricas, automação de persianas e irrigação eletrônica de jardineiras do apartamento, ainda oferecem bicicletas elétricas para uso compartilhado dos moradores.

Foto do Canvas

E quanto custa essa tecnologia?

   O custo depende do objetivo do morador, ou seja, o que ele quer que seja automatizado. Para se ter uma base de valores, a automação da iluminação custa em média R$800,00 e da segurança gira em torno de R$1.000,00. Um dos problemas encontrados para a automação no Brasil é que a maioria dos assistentes não são traduzidos para português e exigem que o usuário entenda pelo menos o básico de inglês.

Foto do Canvas

Veja a seguir alguns exemplos mais conhecidos de aparelhos e aplicativos que são utilizados para a automação residencial:

> Google Home

   Alto-falante inteligente que entende comandos de voz para controlar dispositivos conectados na casa, além de ajudar o morador a não esquecer das tarefas programadas para o dia. O idioma oficial do Google Home é o inglês, porém desde o ano de 2018 o português está sendo implementado no aparelho.

> Apple HomePod

   Assim como o Google Home, o Apple HomePod é um alto-falante inteligente controlado por comandos de voz apenas para dispositivos IOS, funciona juntamente com a AppleMusic e a Siri, o aparelho nunca foi lançado no Brasil, mas pode ser importado.

> SmartThings

   Este é um aplicativo para celular, disponível na PlayStore e AppleStore, que conecta os dispositivos inteligentes da Samsung, bem como objetos da casa, por exemplo lâmpadas, aspirador robô e até sensor de vazamento de água. Está disponível em todos os países, porém pode haver formas de funcionamento diferenciado. Nest aplicativo a assistente virtual que compreende as falas é chamada de Bixby, no momento entende 2 idiomas, o inglês e o coreano.

> Amazon Echo

   É chamada de torre-assistente, um assistente virtual com um design em forma de torre cilíndrica, atende como Alexa, a ideia da Amazon é humanizar o aparelho, como se ele fosse outro “morador da casa”. Diferente dos citados anteriormente este assistente promove tarefas mais básicas como escutar uma playlist ou anotar tarefas do dia a dia. No momento só é vendido nos Estados Unidos e apenas por convite.

Foto do Canvas

E aí, se interessou pela automação residencial?

   Para não errar na hora de automatizar sua residência é importante que você fale antes com especialistas para não ter gastos desnecessários, busque empresas e profissionais de referência na área exigindo sempre garantias e também converse com pessoas que já fizeram esse tipo de serviço para entender como funciona o mercado.

 

REFERÊNCIAS:

ZANATTA, Bianca. O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. As regras têm como objetivo proteger o investimento feito pelo Estadão na qualidade constante de seu jornalismo. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link: https://economia.estadao.com.br/blogs/radar-imobiliario/apartamentos-do-futuro-sao-aposta-do-mercado-imobiliario/: O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. As regras têm como objetivo proteger o investimento feito pelo Estadão na qualidade constante de seu jornalismo. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link: https://economia.estadao.com.br/blogs/radar-imobiliario/apartamentos-do-futuro-sao-aposta-do-mercado-imobiliario/. 2019. Disponível em: <https://economia.estadao.com.br/blogs/radar-imobiliario/apartamentos-do-futuro-sao-aposta-do-mercado-imobiliario/>. Acesso em: 01 out. 2019.

Como fazer automação residencial? Dicas e preços online. Disponível em: <https://www.habitissimo.com.br/orcamentos/fazer-automacao-residencial#1>. Acesso em: 02 out. 2019.

COSTA, Aline. Automação residencial: tudo o que você precisa saber a respeito. Disponível em: <https://www.tuacasa.com.br/automacao-residencial/>. Acesso em: 02 out. 2019.

Caroline Silva e Daiane Bragantine

Somos comunicadoras, apaixonadas por coisas que podem facilitar nossa vida 😉 
Instagram
Instagram has returned invalid data.
Fechar Menu